You are here

EIXO, VIGA FIXA

EIXO, FIXO - Refere-se a um eixo fixo na extremidade de perfuração e sobre o qual a roda gira.

EIXO, ROTAÇÃO - Refere-se a um eixo fixo na roda e que gira sobre os rolamentos fixos da extremidade de perfuração.

VIDA ÚTIL - a vida B-10 de um rolamento anti-fricção refere-se à vida mínima em horas de 90% de um grupo de rolamentos que funcionam a um determinada velocidade e carga.

ROLAMENTO, VIDA ÚTIL LUBRIFICADA - Refere-se a um rolamento anti-fricção com vedações e uma graxa à prova de oxidação de elevada estabilidade para permitir o funcionamento do rolamento sem uma nova lubrificação dentro de um período não inferior à referida vida B-10.

BLOCO, CARGA - Refere-se ao conjunto do gancho, base orientável, rolamentos, roldanas, pinos e armação suspensa a partir dos cabos de içamento. Num bloco de "tipo curto", o gancho e roldanas são montados no mesmo membro, designado por base orientável. Num bloco de "tipo comprido", o gancho e as roldanas são montados em membros separados. (O membro de suporte das roldanas é designado por pino da roldana, sendo que o membro de suporte do gancho é designado perno).

BLOCO, SUPERIOR - Trata-se de um conjunto fixo constituído por roldanas, rolamentos, pinos e armação situados nos elementos transversais do carro, e que suportam o bloco de carga e a carga com o auxílio dos cabos.

BOGIE - Refere-se a uma extremidade curta ligada à extremidade de uma trave (ou a um membro de ligação se forem utilizados mais do que um bogie por trave). Este tipo de carro de translação é utilizado sempre que forem necessárias mais do que quatro rodas num guindaste, devido à conceção do carril.

BOGIE. EQUALIZAÇÃO - Um carro de translação curto ligado flexivelmente à trave (ou a um membro de ligação) através de um pino no qual o camião poderá oscilar para equalizar a carga nas duas rodas do camião. Esta construção utiliza uma ligação terminal muito rígida entre as traves.

BOGIE. FIXO - Refere-se a uma extremidade curta, ligada rigidamente a uma trave. É utilizada uma ligação terminal flexível entre as traves com vista a permitir a equalização das cargas da roda por deflexão torsional das traves e flexão da ligação terminal.

TRAVÃO, CORRENTE DE FOUCAULT - Refere-se a um dispositivo para controlar a velocidade da carga no içamento ou descida, introduzindo uma carga suplementar no motor. Esta carga resulta da interação de campos magnéticos produzidos por uma corrente direta regulável nas bobinas do indutor e corrente induzida no rotor.

TRAVÃO, ESTACIONAMENTO - Refere-se a um travão de fricção para uma ponte ou carro, aplicado automaticamente quando o guindaste é interrompido.
CÂMARA - Refere-se à curva ligeira, para cima e vertical dada às travas para compensar parcialmente a deflexão resultante da carga e peso nominal das peças do guindaste.

FOLGA - Refere-se à distância mínima entre qualquer peça do guindaste e o ponto da obstrução mais próxima.

MEIOS DE CONTROLO DE TRAVAGEM - Trata-se de um método para controlar a velocidade de descida da carga, cortando energia à carga em movimento ou transmitindo energia no sentido oposto.

CONTRA-TORÇÃO - Trata-se de um método de controlo através do qual a potência do motor é invertida com vista a desenvolver a torção no sentido oposto ao da rotação do motor.

DINÂMICO - Trata-se de um método para controlar a velocidade, utilizando o motor como um gerador, sendo a energia dissipada nas resistências.